Home
 
O que é implante coclear?

O implante coclear é um dispositivo implantado cirurgicamente e tem o objetivo de restaurar a audição. Este aparelho é colocado através de uma cirurgia, que dura aproximadamente 2h. É realizado há aproximadamente 30 anos no Brasil e mais de 70.000 pacientes já receberam o implante coclear em todo o mundo.

O procedimento é considerado muito seguro e pacientes muito pequenos já podem se beneficiar deste tipo de tratamento. Há pacientes com 3 meses de idade que já receberam o implante coclear. No Brasil, a criança mais nova que recebeu o implante coclear tinha em torno de 10 meses na data da cirurgia e há pacientes com mais de 70 anos usando o implante.

O equipamento é bastante sofisticado e funciona a partir do princípio de que é possível estimular as células neurais (mais precisamente do gânglio espiral - região que fica no centro da cóclea) a partir da criação de campos elétricos. Para tanto, o implante é formado por uma unidade interna, que por sua vez contém um conjunto de eletrodos que são inseridos cirurgicamente no interior da cóclea (para quem não é familiarizado, a cóclea é oca e tem forma de espiral). Estes eletrodos recebem informação de uma unidade externa (que funciona como um aparelho de audição que capta o som, digitaliza e transmite para a unidade interna). A transmissão é feita da parte externa para a parte interna através de rádio freqüência (como ocorre com as ondas que rebemos no rádio de nosso carro ou no aparelho de televisão). Portanto não há furos na pele após a cirurgia. Uma vez que a informação chega até a unidade interna, ocorre a criação de campos elétricos no conjunto de eletrodos que estão dentro da cóclea.

Complicado?

Eu também acho, mas para fazer este orgão maravilhoso e complexo funcionar novamente, só mesmo algo que tenha o mesmo requinte.

Viva o implante coclear!
Quem pode implantar?

O objetivo do implante coclear é fazer o papel da cóclea humana. A cóclea transforma o som em impulsos elétricos que são enviados para o nervo da audição e para o cérebro. A maior parte dos pacientes que não escutam tem alguma deficiência na cóclea. O implante coclear, capta os sons através da sua unidade externa, transmite para a unidade interna que cria campos elétricos nos eletrodos que foram colocados dentro da cóclea. Esta geração de campos elétricos estimula o nervo da audição e cria a sensação sonora.

Pacientes que tem perda nos dois ouvidos podem ser candidatos ao implante coclear, desde que sejam avaliados. Normalmente os pacientes tem perda de audição profunda e não tem resultado com o uso de prótese auditiva convencional (AASI).

A avaliação engloba consultas com médicos otorrinolaringologistas, fonoaudiólogos e eventualmente psicólogos.

Crianças que nascem com perda de audição podem ser implantadas a partir dos 6 meses de idade. A melhor idade é antes dos dois anos. Após esta idade pode ser realizado o implante coclear mas quanto mais tempo se espera, o resultado pode não ser tão bom quanto as crianças que fizeram antes dos dois anos.

Adultos que perderam a audição depois de já serem ouvintes também podem ser implantados e normalmente o resultado é muito bom.

Adultos que nasceram surdos também podem ser implantados desde que condições específicas de oralização estejam presentes. Uma avaliação cuidadosa tem que ser feita.

Para fazer o implante coclear, o paciente tem que ter o nervo auditivo presente anotomicamente e não ter nenhuma má formação severa da cóclea que impessa a colocação dos eletrodos dentro da cóclea.
Quais os benefícios?

Os benefícios para quem faz implante coclear são inúmeros. A volta da função auditiva para quem já ouvia e perdeu a audição e a dar a capacidade de ouvir para quem nunca ouviu é algo fascinante. O sentido da audição é algo extremamente importante. É usado para comunicação e usado também como sentido de alerta (por exemplo para escutar um barulho que possa representar perigo, como uma explosão). O sentido da audição está funcionando mesmo quando estamos dormindo. Se durante o sono algum som de perigo ocorrer, iremos despertar.

O implante coclear tem este objetivo: dar ao indivíduo implantado capacidade de se comunicar através da fala e audição.